Dicas para dar uma nova vida ao seu velho sofá

Já todos nos deparamos com a realidade de nos desfazermos de algum eletrodoméstico que se tornou irreparável ou de uma peça de mobiliário que já não queremos. Quando o mobiliário em questão é um sofá, os nossos problemas tornam-se tão grandes quanto a sua dimensão.

Se está a equacionar desfazer-se de um sofá seja porque comprou um novo, ou porque o seu já viu melhores dias, pense duas vezes antes de arrastá-lo para a rua: não só vai poupar problemas com a câmara municipal por estar a despejar objetos na via pública, mas também pode poupar algum dinheiro!

1: Venda o seu sofá

Mesmo que por uma quantia módica, colocar o seu sofá à venda num site de compra e venda é mais simples do que parece. Um bom anúncio deve conter algumas fotografias, o preço pedido (aconselhamos sempre indicar que pode ser flexível nesta questão), e o ponto de recolha.

2: Faça uma doação

Se não tem tempo para criar e gerir um anúncio de venda, e quer ver-se livre rapidamente do sofá, pode doá-lo mais facilmente do que imagina. Há inúmeras instituições que aceitam doações de mobiliário por todo o país, e várias plataformas criadas para o efeito: por exemplo, a dou.pt, a associação Remar e vários grupos do Facebook tornam o processo de doação simples e rápido, tendo ainda a vantagem de poder assegurar a recolha dos objetos a doar.

3: Reutilize-o

Por vezes, comprar um sofá pode não ser a melhor opção. Se o seu móvel ainda está genericamente em boas condições, pode investir numa boa limpeza profissional para remover nódoas mais teimosas e reavivar as cores originais. Há também várias alternativas em capas para sofás, que por vezes podem transformar-se numa segunda pele, e desta forma renovar completamente o espaço. Não subestime o uso de mantas e almofadas de várias formas, tamanhos e cores podem no seu velho sofá: elas podem transformá-lo numa peça jovem e cheia de carácter, e pode trocá-las mais amiúde sem gastar muito dinheiro.

4: Mude-o para uma nova divisão

Lembra-se do velho slogan “Vá para fora cá dentro”? Faça o mesmo com o seu sofá! Experimente utilizá-lo noutra divisão da sua casa, como no quarto de hóspedes (em particular se tiver um sofá-cama), escritório, garagem ou sótão.

5: Recicle-o

Sabia que os sofás têm várias partes e peças em comum com as camas, como molas e colchões? Com alguma perícia e paciência, pode alterar o seu sofá e transformá-lo num divã ou numa cama de solteiro.

Se acha que não tem capacidade para um “do it yourself” desta envergadura e quer deixar o trabalho para os profissionais de direito, pode optar por estofá-lo com um tecido e padrão totalmente novo, e assim ressuscitar o seu antigo sofá. Apesar de ser um serviço mais dispendioso, a estofagem verifica o estado dos enchimentos, reforçando-os caso necessite, para que o seu sofá possa fazer parte da sua família por mais anos.

Deixe uma resposta

Previous post Vantagens da decoração de parede